Notícias

Mesa Redonda da Abrajet debate nova dinâmica do turismo de eventos e negócios

Postado em 09 de junho de 2020 por Christina Hayne em Gerais

Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo- Pará (Abrajet Pa)

Release projeto “Mesa Redonda on line”,  o turismo em debate com convidados e jornalistas.

 

Por Christina Hayne

(DRT 1957 PA)

 

 

Projeto Mesa Redonda da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo do Pará (Abrajet Pa) reúne nesta quarta feira, 10 de junho, pela plataforma Teams, às 16h30,  jornalistas e convidados especializados no segmento turístico. O debate terá como tema central a “Retomada do turismo de Eventos e Negócios em nova dinâmica do segmento e mercado turísticos”.

Entre os convidados da Mesa Redonda on line , o secretário de Estado de Turismo do Pará, André Orengel Dias para falar sobre a previsão da retomada gradual do turismo de negócios e eventos e políticas públicas que estão sendo repensadas para o setor; presidente da OS Pará 2000, Antônio Sobrinho, abordará sobre a retomada gradual de equipamentos turísticos no estado do Pará e a presidente da Associação Brasileira de Organização de Eventos, no Pará, Cássia Moreira vai destacar a nova dinâmica do mercado de eventos e negócios.

Juntos, com os jornalistas Nilton Guedes (Grupo Estado), vice presidente da Abrajet Nacional; Luiz Pires, jornalistas especializado em turismo do estado do Tocantins (site www.melhorviagemlp.com) e a jornalista presidente da Abrajet Pará, Christina Hayne (Revista Turismo Total – BA/PA) irão emplacar o debate do primeiro de uma sequência de temas que será foco do projeto on line Mesa Redonda. À frente da mediação, a jornalista Sheila Faro, que também ocupa a Secretaria Executiva da Abrajet no Pará.

A Mesa Redonda também conta com a participação dos 100 primeiros interessados em interagir com convidados e jornalistas. Para participar  basta acessar o whatsApp 91983343379 e/ou email abrajetpara@gmail.com e confirmar interesse. Os demais poderão acompanhar a transmissão pelas redes sociais (facebook: Abrajet Para). Perguntas e comentários nas redes sociais também serão encaminhados aos integrantes da Mesa Redonda on line.

É fato que o segmento turístico foi o mais impactado com o evento da pandemia. Foi o primeiro a sentir a extensão das consequências do contágio em larga escala que ultrapassou fronteiras e será o último a se recuperar por completo e, mesmo assim, com base em muitas mudanças necessárias.

Cássia Moreira disse que  várias organizações  certamente não irão suportar o que está acontecendo, principalmente as de grande porte. Estruturas de pequeno porte, segundo a presidente da Abeoc, talvez tenham alternativas mais imediatas para uma recomposição e reestruturação.

“Apesar de tudo, não podemos adotar uma postura pessimista”, disse Cássia. “É preciso encontrar uma janela, uma válvula de escape com base no positivismo e assimilar o que está acontecendo, aprender com a conjuntura, identificar erros e passar a trabalhar com estruturas mais leves e com gastos menores. Será necessário debater,  repensar e encontrar a fórmula para atender a nova dinâmica de mercado. Não temos tempo para lamentar, é preciso agilizar, trocar experiências mais do que nunca, ouvir especialistas, mudar a forma de gerenciar negócios e pessoas; modificar o formato do processo de empregabilidade, inclusive as relações trabalhistas”, declarou Cássia. Ressaltou ainda que a possibilidade quanto ao encerramento de atividades e o desaparecimento de serviços. Para Cássia Moreira, agencias de viagens, por exemplo tendem a desaparecer se continuarem a atuar no formato anterior ao advento da pandemia. “Será necessário se reinventar: mudar plataformas e formato quanto aos serviços prestados”, alertou.

Outro grupo que passará por adequações é o de promotores de eventos. Segundo a presidente da Abeoc, será necessário dividir o público entre comunidades engajadas e não engajadas e  entre eventos híbridos e on line, caso contrário, eles perderão a oportunidade  de realizar o evento e de captar recursos e consequentemente ficarão fora deste novo mercado.

Pesquisar

Outras notícias