Notícias

Rota do Avuado movimenta Salinas

Postado em 10 de junho de 2019 por Christina Hayne em Sem categoria

Mais um circuito gastronômico à disposição do paraense, desta vez, em Salinas, com a Rota do Avuado. O evento, que iniciou no último dia 08, reúne dez estabelecimentos entre barracas de praia e restaurantes de Salinas que se propuseram a criar pratos com  características do estilo avuado, que é o peixe e outros alimentos do mar feitos à base do assado de carvão, um estilo que remete aos hábitos e rotina de vida do pescador.  Cada participante ao seu jeito acrescentou um prato com tais características ao cardápio do estabelecimento a fim de dar uma nova opção aos visitantes e moradores de Salinas. O evento segue em destaque até o próximo dia 08 de julho.

A parceria entre Redestur e Sebrae – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, que juntos executam o evento com a finalidade de fortalecer o turismo por meio da gastronomia no município em período que antecede o verão, prevê sucesso de público rotativo.

O I Circuito Gastronômico Rota do Avuado, em Salinas, município conhecido pelo turismo de praia e mar, busca trabalhar o destino turístico também por meio  dos atrativos gastronômicos e, aderindo a essa proposta, Dona Lila de Araújo dos Santos, 73 anos, oriunda do município de Maracanã e residente no município desde criança é atualmente proprietária da barraca, Morena do Atlântico, na praia do Atalaia. Dona Lila  preparou para o circuito um prato simples  com característica do “avuado”, uma corveta assada de brasa com alho sal e limão na folha da bananeira. Ela espera vender bem e diz que  segredo do prato é comer quente.

Senhor Mário é de São Paulo e após passar por vários estados brasileiros trabalhando como cozinheiro, aportou definitivamente em Salinas, no Pará, e tornou-se proprietário da barraca Mário Mania há 23 anos. Com a finalidade de aumentar o fluxo de clientes ainda fora da temporada de maior movimento resolveu participar da Rota do Avuado. Ele disse que o ponto forte do evento é a divulgação que ajudará alavancar a cultura da gastronomia local.  “Com certeza eventos como esse contribui muito para que tenhamos mais pessoas em Salinas fora do período de julho, janeiro e feriados. Temos que sair da sazonalidade e a proposta gastronômica é uma boa alternativa”, declarou.

Sempre curioso pelos hábitos alimentares indígenas, ao confirmar a decisão coletiva pelo estilo avuado, imediatamente pensou em seu prato e decidiu pelo peixe tipo corvina, grelhada e acompanhada com cebolas na brasa e arroz de frutos do mar com jambu e o intitulou como “Avuado Pescador”, um prato, segundo ele, feito com respeito ao cliente e muito amor. “Eu primo pela qualidade e pelo meu trabalho. Faço sempre o melhor”, finalizou Mário.

 

Senhor Mário, proprietário da barraca Mário Mania, com o prato "Avuado Pescado"

Senhor Mário, proprietário da barraca Mário Mania, com o prato “Avuado Pescado”

A barraca Copacabana, de gestão familiar há 21 anos, tem a frente Marcelo Guedes de Oliveira que trabalha com a esposa e a sogra Isabel Furtado Pereira. No cardápio do Copacabana, pratos da culinária regional com destaque para os vários tipos de peixe grelhado, na chapa, cozido, frito ou tipo caldeirada. Sua escolha para participar no circuito gastronômico foi o peixe assado tipo Dourada, com pirão de jambu, farofa branca coada com alho e sal.

Guedes falou ser a 1º vez que  participa de um evento com as características da “Rota do Avuado” e disse acreditar no evento por conta das  dimensões quanto a divulgação que são atrativos para o estabelecimento localizado na praia do Atalaia.

 

Proprietários da barraca Copacabana, na praia do Atalaia, como prato "Dourada muqueada na brasa"

Proprietários da barraca Copacabana, na praia do Atalaia, como prato “Dourada muqueada na brasa”

Camarão regional que possui em abundância nesta faixa entre o Maranhão  e o Pará foi a escolha do proprietário do Marujos Restaurante, localizado na praia do Farol. Com sal, limão e um toque de azeite e com base na quentura do carvão, acompanhado com chibé, que é a farinha misturada com água e tempero picado (cebola, pimentinha, cheiro verde). “Uma mistura de mar e terra”, declarou Carmelo Procópio Junior, proprietário do Marujos, de Salinas, que abriu às portas há 23 anos atrás e mais recentemente aportou com uma filial na capital paraense, onde abriu um restaurante Marujos na Estação das Docas, em 2003.

Segundo Carmelo, o Marujos surgiu como uma necessidade do veranista  usuário da praia em ter um estabelecimento com uma boa música, ambiente diferenciado, alimentação regional que atraia paladares a beira da praia. “Para garantir a qualidade dei atenção especial ao treinamento ao longo dos anos aos nativos da região que possuem um feeling próprio para lidar com peixes e mariscos, fato que ajuda a manter a fidelidade do cliente”, destacou o proprietário.

Para Carmelo, a “Rota do Avuado” traz de volta a pessoa que vem atrás de um produto regional puro com tempero simples e com a cara da culinária nativa e da praia.

Restaurante Marujos, na praia do Farol, apresentando o prato "Camarão com chibé de farinha d'água"

Restaurante Marujos, na praia do Farol, apresentando o prato “Camarão com chibé de farinha d’água”

 

O restaurante Filé de Ouro, estabelecido na área urbana de Salinas, também faz parte do circuito gastronômico. Edir Ferreira Lima, filho de pescador, assumiu o restaurante há cinco anos, porém, trabalhou no mesmo estabelecimento com o seu tio, antes conhecido como Bife de Ouro, há vinte e oito anos atrás, antes de se tornar proprietário. Edir contou que o tio resolveu abrir um novo restaurante e por amor e respeito a projeção alcançada resolveu assumir o empreendimento, trocou de nome e criou novos pratos.

Edir geralmente faz parte dos eventos do Sebrae por conta da credibilidade e da divulgação  oferecido fez decidir pela participação no circuito gastronômico.

Filho de pescador e conhecedor dos hábitos de pescadores quando em alto mar e em terra, optou por  mostrar o sabor do peixe Bandeirado, temperado ao sal e limão e acompanhado por banana assada e a farofa de banana, ambos, ingredientes do hábito alimentar do pescador em alto mar. “Resolvi trazer para o meu cliente a culinária do pescador durante o período do evento”, declarou

O Circuito Gastronômico  Rota do Avuado é um evento realizado por meio de uma parceria entre o Sebrae e Redestur de Salinas

 

Christina Hayne